O 11º Centro Regional de Saúde, sediado em Marabá, recebeu 5.393 doses da vacina AstraZeneca/Oxford na manhã desta terça-feira (26). O imunizante será distribuído entre os 21 municípios da Região de Carajás, no sudeste do Pará, ainda na 1ª Fase do Plano de Imunização, que contempla trabalhadores de saúde, pessoas com mais de 60 anos que vivem em instituições de longa permanência e indígenas aldeados.

A maior parte das doses, 1.503, permanecerá em Marabá, município polo da região. A segunda maior cidade, Parauapebas, também terá acesso a mais de mil vacinas: 1049 no total. Em todos os municípios da região estas as doses serão destinadas aos trabalhadores da saúde. Em Jacundá, quatro delas também serão disponibilizadas para indígenas aldeados.

O imunizante chegou em Marabá via aérea, sendo descarregado no Aeroporto João Correa da Rocha. No domingo, dia 24, uma carga de 49 mil doses da vacina foi recebida em Belém pelo governador Helder Barbalho, que destinou parte dela para o interior do estado.

As vacinas desenvolvidas pela Universidade de Oxford e pela biofarmacêutica AstraZeneca em parceria com a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) chegaram ao Brasil no sábado (23) e foram imediatamente distribuídas aos estados.

O governador Helder Barbalho informou que um terceiro lote pode ser enviado ao Pará ainda nesta semana. Essa é a segunda leva de vacinas contra Covid-19 que chega ao Pará. O estado recebeu 173 mil doses da brasileira CoronaVac no dia 18.

A vacinação está dividida em quatro fases. A segunda deverá contemplar profissionais da Segurança Pública na ativa; idosos de 60 a 79 anos de idade; idosos a partir de 80 anos e povos e comunidades tradicionais quilombolas.

A terceira envolve as pessoas com comorbidades – doenças como diabetes, hipertensão e obesidade – e a quarta os trabalhadores da Educação; Forças Armadas; funcionários do sistema penitenciário; população privada de liberdade e pessoas com deficiência permanente severa.

Foto: Divulgação
Informações: Correio de Carajás

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui