Moradores das comunidades Arimum e Itapéua, na Reserva Extrativista Verde Para Sempre, em Porto de Moz, oeste paraense, participaram de mais uma etapa do curso Técnicas especiais de corte de árvores e segurança em manejo florestal (TCS), promovido pelo Instituto Floresta Tropical (IFT). O treinamento – realizado entre os dias 27 a 29 de agosto na localidade Arimum, e nos dias 6 a 8 de setembro em Itapéua – foi destinado exclusivamente às equipes de corte direcional, traçamento e auxiliares de campo envolvidos em operações com motosserras no manejo florestal comunitário na unidade de conservação.

O curso, dividido em aulas práticas e teóricas, teve a duração de 27 horas e abordou diversos conhecimentos destinados ao aumento da eficiência, segurança e conforto no trabalho com uso de motosserras durante às diversas atividades com exploração de impacto reduzido (EIR) no manejo florestal. Entre as técnicas comuns à atividade estiveram àquelas ligadas ao corte direcional, teste do oco, técnicas de traçamento, o manuseio operacional adequado com motosserra, manutenção das ferramentas de corte, uso e conservação dos equipamentos de segurança do trabalho, orientações sobre o uso e armazenamento do combustível e auditagem das operações de corte na floresta.

Para o técnico florestal João Adriano Lima, responsável pela atividade, o curso cumpriu a sua principal finalidade. “Esse tipo de treinamento proporciona aos comunitários um olhar técnico mais aguçado para refinar a prática de corte no manejo. Com isso, os resultados na execução de métodos de corte com qualidade e segurança na operação passam a ser muito mais visíveis e produtivos”, destacou.

(Com informações da assessoria de comunicação do IFT)

Foto: Acervo/IFT

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui