A defesa de Flávio Bolsonaro pediu ao STF para extinguir um processo que julgaria se o caso das “rachadinhas” tem direito a foro privilegiado, com julgamento perante o TJ do Rio, ou se deveria tramitar na primeira instância.

O processo que corre na Segunda Turma do Supremo, com Gilmar Mendes como relator, discute justamente qual deve ser o foro adequado para julgar o senador por supostos crimes cometidos enquanto ele era deputado estadual.

A contestação do foro privilegiado do senador havia sido protocolada no Supremo pelo MP do Rio no ano passado. Com a manifestação dos procuradores sobre o outro caso envolvendo Flávio, a defesa do 01 alega que não cabe mais discutir o assunto perante o STF.

Com informações “O Antagonista”

Foto Internet

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui