O ministro Celso de Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF), deve divulgar nesta sexta-feira (22) sua decisão sobre a divulgação do vídeo da reunião ministerial de 22 de abril na qual, segundo o ex-ministro Sergio Moro, o presidente Jair Bolsonaro fez pressão para que ele trocasse o superintendente da Polícia Federal.

A defesa de Moro pede que a gravação, que tem cerca de duas horas, seja divulgada na íntegra. Já a Advocacia-Geral da União e a Procuradoria-Geral da República pedem que sejam liberados apenas trechos relacionados à acusação feita por Moro. Fontes que assistiram ao vídeo dizem que há outros momentos que podem causar embaraço ao presidente e alguns ministros.

De acordo com a assessoria de Celso de Mello, a decisão do ministro será divulgada até as 17h desta sexta.

(Com informações do Congresso em Foco)

Foto: Dorivan Marinho/STF

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui