A Polícia Civil concluiu que eram falsas as denúncias envolvendo uma suposta sequestradora de crianças que utilizava uma seringa para amedrontar mães pelas ruas de Belém. A informação foi divulgada na tarde desta quarta-feira, 5, durante uma entrevista coletiva.

De acordo com o delegado geral, Alberto Teixeira, após as investigações a polícia concluiu que os registros de tentativas de sequestro eram inconsistentes e que os casos relatados seriam falsos.

No mês passado, foram relatados, principalmente em redes sociais, denúncias de tentativas de sequestro de crianças em pelo menos cinco bairros: Marco, Ananindeua, Sacramenta, Cidade Nova e Marituba. Em todos eles, as supostas vítimas denunciavam uma mulher que usava uma seringa para ameaçar as mães.

Segundo a polícia, no entanto, essas tentativas de sequestro nunca ocorreram. Um dos indícios de que as denúncias eram falsas foram as câmeras de segurança dos supostos locais dos crimes. Ao consultar as imagens, a polícia constatou que as pessoas que denunciavam seques estavam nesses locais.

(Com informações do portal Roma News)

Foto:

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui