Todos os casos estão sendo analisados pela Secretaria de Estado de Saúde Pública do Pará (Sespa), que atualizou o boletim na noite do último domingo (15), informando que passou para dezesseis o número de casos suspeitos do novo coronavírus em análise no Estado.

Desde o surgimento da doença foram notificados 41 casos no Pará, sendo que destes 25 já foram descartados. Até o momento a Sespa não confirmou casos do novo coronavírus no Estado. Na atualização divulgada pela secretaria também foi informado que entre os casos descartados, 17 foram em Belém; um em Marabá; três em Ananindeua; um em Capanema; um em Tailândia; um em Magalhães Barata e um em Bragança.

A Sespa utilizado o mesmo protocolo de divulgação usado pelo Ministério da Saúde em relação a divulgação de casos suspeitos, confirmados ou descartados, atualizados com informações oficiais sobre Covid-19. Em nota, a Sespa disse que continuará divulgando diariamente informações gerais sobre os números de casos suspeitos, descartados e confirmados.

Medidas preventivas do Pará:

Educação: a UFPA vai manter atividades regulares. Cancelando apenas viagens e eventos para evitar transmissão do coronavírus. Justiça: o Tribunal de Justiça do Pará (TJPA) e o Ministério Público do Pará (MPPA) cancelaram todos os eventos commais100 pessoas já programados, além de alterar a rotina dos atendimentos ao público e das sessões de julgamento. Terão acesso aos plenários e às salas de audiências somente os agentes envolvidos nos casos.

Voos: o governo do Suriname anunciou o fechamento do Aeroporto Internacional Johan Adolf Pengel, o que cancela voos entre Paramaribo e Belém.

O que é o coronavírus?

Coronavírus é o nome de uma família de vírus que têm uma estrutura em formato de coroa. Eles causam infecções respiratórias e já provocaram outras doenças. Em geral, eles circulam apenas entre animais como morcegos e roedores, mas passam a infectar também as pessoas quando a convivência é muito próxima e os vírus sofrem mutações espontâneas e aleatórias.

Grupo de risco:

  • Idosos
  • Diabéticos
  • Hipertensos
  • Quem tem insuficiência renal crônica
  • Quem tem doença respiratória crônica

Imagem: Reprodução / Brasil escola

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui