Em Marabá na região sudeste do Estados, as enchentes já atingiram mais de 3,6 mil famílias. Desse total, 688 ficaram desabrigadas, mais de 2 mil estão desalojadas, 435 ilhadas e 465 são ribeirinhos. Uma ação de cadastro dessas famílias tem sido realizada desde o último domingo (16/01) pelos técnicos da Defesa Civil do Estado para que os atingidos possam receber o auxílio do programa “Recomeçar” do Governo do Estado.

Além da ajuda do programa “Recomeçar’, estão sendo realizadas na região desde ontem quarta-feira (19/01), a distribuição de serviços de saúde e cidadania e de cestas de alimentos. Duas carretas do projeto “Ter Paz, Formação Profissional”, adaptadas para realizar atendimentos médicos, testes para detecção da covid-19, emissão de documentos, entre outros serviços.

Segundo o Governador do Estado, Helder Barbalho, esse é o momento de uma união de esforços de todos para auxiliar da melhor maneira essas famílias. ‘Estamos unindo todos os esforços para que as pessoas atravessem esse momento da melhor maneira possível com solidariedade, empatia e união. Estamos com as ações aqui em Marabá viabilizando junto à prefeitura para que haja acolhimento por meio dos abrigos, cadastramento do programa Recomeçar junto a Defesa Civil para viabilizar o acesso a um salário mínimo para cada família. Vamos chegar ao final do dia de hoje com 370 famílias que já tiveram acesso ao programa . Estamos avançando a cada dia para que avancemos também nos atendimentos de cidadania e saúde”, disse o Governador.

Com informações Ag / Pará

Foto Alex Ribeiro/Agência Pará

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui