As vítimas foram pai, mãe e filha, identificados inicialmente como “Zé do Lago”, Márcia e Joene, respectivamente. Eles viviam às margens do rio Xingu, onde tinham projeto de criação de quelônios. A suspeita é que o triplo homicídio a tiros tenha ocorrido há, ao menos, três dias devido ao estado de decomposição em que os corpos foram localizados, na ilha da Cachoeira do Mucura.

A principal suspeita da Polícia é que os assassinos sejam pistoleiros, mas ninguém foi identificado, até então. A motivação do crime ainda deve ser investigada. Diligências estão sendo feitas na região para localizar os autores do crime. Munições foram encontradas no local das mortes. Uma perícia começou a ser realizada na área onde os corpos estavam.

A Comissão de Direitos Humanos e Defesa do Consumir da Assembleia Legislativa do pará (Alepa) informou que solicitou apuração sobre o caso. Informações que possam auxiliar nas investigações podem ser informadas pelo disque-denúncia,. no telefone 181.

Com informações G1

Foto redees sócias

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui