Policiais militares que atuam na 14ª Companhia Independente de Polícia Militar (14ª CIPM) e no Grupamento Tático Operacional (GTO), localizaram, na tarde desta segunda-feira, 30, duas áreas utilizadas para o plantio de maconha, com aproximadamente 4 mil pés da erva, na zona rural do município de Concórdia do Pará, nordeste do Estado. A ação resultou na prisão de dois suspeitos.

Por meio de denúncia anônima, os militares receberam a informação de que na Vila Santa Maria, localizada na zona rural de Concórdia do Pará, um grupo de pessoas trabalhava no cultivo de maconha. Na residência denunciada, a equipe policial encontrou uma mulher que, ao ser interrogada, confessou ser esposa do principal responsável pela plantação. Ela levou os militares até as áreas onde era realizado cultivo, mas o suspeito, conhecido como “Apagão”, já havia fugido.

Na área de plantio, a equipe policial foi alvo de disparos de arma de fogo e houve troca de tiros. Um dos homens que estava no local foi detido, mas os outros conseguiram fugir por uma área de mata e até o momento não foram localizados pelos policiais.

O homem e a mulher foram apresentados, junto com parte da plantação, na Delegacia de Polícia Civil de Concórdia do Pará, onde foram autuados pelos crimes de tráfico de drogas e associação ao tráfico. Os pés de maconha foram cortados e incinerados na manhã desta terça-feira, 31.

(Com informações da Ascom/PM)

Foto:  Reprodução/Internet

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui